Portal da Cidade Guabiruba

esportes

Projeto de cicloturismo entre Guabiruba e Botuverá começa a ser implantado

Objetivo é atrair os turistas que frequentam a região para pedalar

Postado em 12/08/2020 às 09:13

(Foto: Ilustração)

Com o objetivo de atrair os turistas que já frequentam o Circuito Vale Europeu de Cicloturismo - e incluir um novo produto para a região, Guabiruba e Botuverá iniciam a implantação de novo trajeto.

Inicialmente, as duas cidades devem implantar circuitos internos e interligações entre os municípios para mais tarde conectar a região ao projeto total do Vale Europeu. Além de incluir as duas cidades no circuito regional, a ideia é também explorar o entorno do Parque Nacional Serra do Itajaí, um atrativo que atrai cicloturistas de todo o mundo.

A implantação do projeto envolve as prefeituras das duas cidades com o suporte do CIMVI (Conselho Intermunicipal do Vale do Itajaí). De acordo com a gestora de Cultura, Esporte e Turismo do consórcio, Arlete Scoz, a entrada de Guabiruba e Botuverá no circuito irá valorizar o turismo de toda a região. “As duas cidades já são frequentadas por cicloturistas, mas a implantação de um circuito de forma planejada sempre valoriza”, avalia. “O projeto será ótimo para dar ainda mais visibilidade aos municípios”, completa.

Roteiros

A responsabilidade projeção e implementação das rotas fica a cargo do representante do Clube Brasileiro de Cicloturismo Ivo Leonardo Schmitz. “Iniciamos os trabalhos em julho. Muitos detalhes vão sendo definidos ao longo da implementação do projeto. A região oferece um grande diferencial com atrativos naturais e culturais”, ressalta.

Ele explica que o trabalho será realizado em etapas. A primeira será um levantamento de atrativos nos dois municípios. A inclusão deles será debatida em conjunto. Em seguida, será elaborada uma proposta a ser novamente debatida e aprovada ainda em 2020.

Referência

A ideia de um circuito na região de Guabiruba nasceu em 2017 juntamente com os municípios de Brusque, Gaspar e Nova Trento. Mas, por dificuldades burocráticas e de agendas, o projeto não conseguiu avançar com todas essas cidades. Guabiruba e Botuverá estão consorciadas no CIMVI, o que facilitada com que o projeto possa ser executado através do consórcio. “Esperamos que futuramente todas essas cidades possam integrar o projeto”, afirma o secretário de Turismo de Guabiruba Andrei Müller.

“O Circuito Vale Europeu é referência nacional e internacional, atraindo turistas de todos os lugares. Foi um dos propulsores no desenvolvimento do turismo no Vale”, afirma Müller. “Com a implantação e a conexão de Guabiruba neste novo projeto, a cidade passará a ofertar um novo produto turístico, trazendo o desenvolvimento do setor e fortalecendo a participação de Guabiruba na região turística do Vale Europeu”, complementa.

Fonte:

Receba as notícias de Guabiruba no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário