Portal da Cidade Guabiruba

Teatro

Jenifer Schlindwein é selecionada para o projeto “A Arte Secreta do Ator”

Atriz foi selecionada entre candidatos de todo o Brasil e da América Latina para o programa de residência artística do renomado diretor do Odin Teatret

Postado em 05/12/2019 às 16:18 |

A atriz guabirubense Jenifer Schlindwein embarca nesta quarta-feira (4) para Brasília, onde participará da 12ª edição da residência artística “A Arte Secreta do Ator”, conduzida por Eugênio Barba - diretor do Odin Teatret, da Dinamarca, e criador do conceito de Antropologia Teatral - e a atriz e diretora Julia Varley. De 5 a 9 de dezembro, Jenifer estará junto a outros 15 atores e dez diretores ou acadêmicos, previamente selecionados entre candidatados de todo o Brasil e da América Latina, numa experiência de imersão, com foco na construção de uma montagem sob a direção de Barba e Julia.

Neste ano, as atividades da residência artística têm como tema “O voo e suas raízes”. O projeto é realizado pela Cia. YinsPiração e o Odin Teatret, mundialmente reconhecido por sua tradição em treinamento de atores, criações e montagens. O evento, anual e único desta natureza junto ao renomado diretor, é uma iniciativa privada, em parceria com a International School of Theatre Anthropology (Escola Internacional de Antropologia Teatral, em tradução livre) e produzida pela TAO Filmes na capital brasileira desde 2008.


Carreira

Em 2019, Jenifer Schlindwein se formou em Teatro pela Universidade Regional de Blumenau (FURB). Atriz do Trama Grupo de Teatro (Brusque) desde 2016, integra o elenco dos espetáculos “Ao Som dos Teares” - no qual interpreta Amália; “Fanny, A Rainha da Cidade”, onde vive Adelaide e Olga; e “A Criança Sem Nome”. Pôde ser vista também em “A Ilha Deserta”, da Cia Híbridos (Brusque), e em “Paixão e Morte de Um Homem Livre”, da Associação Artística e Cultural São Pedro (Guabiruba), no papel do Demônio. Também produziu e atuou no espetáculo “Escutaqui” e, mais recentemente, dedica-se ao humor, com apresentações solo da personagem “Dona Trude”. No cinema, estreou como Laura no curta brusquense “Vermelho Unissex” (Café Preto Filmes, 2017). Em sua trajetória profissional, a artista também tem contribuído com a formação de novos atores. Atualmente, ministra aulas de Teatro e dirige montagens dos alunos do curso de Teatro da Fundação Cultural de Guabiruba

Fonte:

Deixe seu comentário